Sábado, 15 de dezembro de 2018
86 9 9455-5513
Brasil

23/09/2018 ás 11h22 - atualizada em 23/09/2018 ás 11h52

Redação

Hugo Napoleão / PI

Teresina: presidenciável Ciro Gomes faz visita ao Mercado do Dirceu
Candidato do PDT fez caminhada no Mercado do Dirceu, zona Sudeste de Teresina.
Teresina: presidenciável Ciro Gomes faz visita ao Mercado do Dirceu
Ciro Gomes ao lado de Luciano Leitoa (Crédito: Efrém Ribeiro) Ciro Gomes ao lado de Luciano Leitoa, prefeito de Timon (Crédito: Efrém Ribeiro)

candidato do PDT  à Presidência da República, Ciro Gomes, afirmou durante entrevista na caminhada que fez no Mercado do Dirceu, zona Sudeste de Teresina, que Fernando Haddad (PT) não tem condições de ser presidente da República, porque, segundo ele, mesmo com apoio dele e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Haddad não conseguiu se reeleger. 



Candidato do PDT  à Presidência da República, Ciro Gomes (Crédito: Efrém Ribeiro)
Candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes (Crédito: Efrém Ribeiro)



“Fernando Haddad foi eleito com meu apoio e com do ex-presidente Lula, governador de São Paulo, e há dois anos não conseguiu ser eleito. Fernando Haddad não foi eleito pelos ricos, pelos pobres, pela classe média e por todos de São Paulo. Se ele não foi reeleito há dois anos, como é que ele pode ser presidente da República?”, indagou. 


As criticas de Ciro Gomes foram mais direcionadas a Fernando Haddad do que a Jair Bolsonaro, candidato do PSL. Ciro Gomes e Fernando Haddad disputam uma vaga no segundo turno com Bolsonaro, que está na frente nas pesquisas de intenção de voto.



Ciro Gomes cercado por multidão em Teresina (Crédito: Efrém Ribeiro)
Ciro Gomes cercado por multidão em Teresina (Crédito: Efrém Ribeiro)



Indagado se Jair Bolsonaro ganhar a Presidência da República vai sair do país, Ciro Gomes disse que não sairá. “Não vou dom Brasil, sou brasileiro”, falou o candidato, dizendo que já respondeu as denúncias feitas pelo jornal “O G”lobo” de que teria recebido R$ 6 milhões da Construtora Galvão Engenharia, de acordo com delação premiada feita com a Procuradoria- Geral da República e homologada pela Justiça. A delegação premiada diz que Lúcio Gomes, irmão de Ciro Gomes, recebeu R$ 1,1 milhão em dinheiro vivo e R$ 5,5 milhões via doação para o PSB, partido do irmão do presidenciável que foi governador do Ceará, Cid Gomes. 



Ciro Gomes ao lado de Luciano Leitoa, prefeito de Timon (Crédito: Efrém Ribeiro)
Ciro Gomes ao lado de Luciano Leitoa, prefeito de Timon (Crédito: Efrém Ribeiro)



Ciro falou declarou que a receptividade, os abraços e o carinho que recebeu no Mercado do Dirceu é porque é do Ceará, vizinho ao território piauiense, e que conhece bem o Piauí, andou por Gurgueia, trabalhou na construção da ferrovia Transnordestina.


Ciro disse ainda que vai intensificar a campanha visitando os estados brasileiros e acredita em sua eleição para Presidência. “Estamos intensificando a campanha e sendo muito bem recebidos pelos brasileiros”, declarou. 


Ciro Gomes disse que vai ser eleito porque é uma alternativa e por ser contra a polarização entre PT e PSL. “Na podemos voltar e ficar nessa polarização porque é prejudicial para a economia do Brasil, para a sociedade do Brasil, como aconteceu na eleição entre Dilma e Aécio”, lembrou. 


Em seguida, o candidato à Presidência foi para sede do PDT em Timon, no Maranhão. 

FONTE: Efrem MeioNorte

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Redação Agora Piauí

Redação Agora Piauí

Blog/coluna Últimas notícias e matérias de todos os acontecimentos e muito mais em um só lugar!
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium