Sexta, 14 de dezembro de 2018
86 9 9455-5513
Polícia

04/12/2018 ás 14h26

Redação

Hugo Napoleão / PI

Operação Patrimonium II: condenado a 46 anos é preso em Teresina
Outros três homens foram presos na manhã desta terça-feira (04). A operação visa coibir a prática de roubos na zona Norte da Capital.
Operação Patrimonium II: condenado a 46 anos é preso em Teresina
Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta terça-feira (04) a segunda etapa da Operação Patrimonium. Segundo a polícia, a ação tem como objetivo efetuar prisões dos trabalhos de investigação executados nos meses de outubro e novembro contra crimes de roubos, furtos e qualquer crime ao patrimônio público ou pessoal. A operação está sob comando do delegado Tales Gomes, através do 22° DP. 


Entre as prisões efetuadas até o momento está a de Benerval de Sousa Silva, conhecido popularmente como Bena. O acusado, de acordo com o delegado, tem 4 mandados de prisão sendo 3 por condenações. Ao total, Bena soma 46 anos de prisão. “Bena é o homem mais perigoso da zona rural norte de Teresina. Ele é fugitivo do presídio de Esperantina. Dentre as condenações se destaca uma por latrocínio ocorrido em Morro do Chapéu onde a vítima teve parte do corpo queimada”, explica o delegado. 



Foto: Polícia Civil/Divulgação


A operação também resultou na prisão de Francisco Leandro Pereira da Silva. De acordo com o delegado., o acusado já tinha sido preso preventivamente após ser identificado em uma ocorrência de roubo na Vila Boa Hora que ocorreu em de outubro deste ano. “Francisco deferiu golpes de faca contra uma dona de casa e ameaçou seus filhos de morte durante a ação criminosa. Ele levou da residência dinheiro, celular e outros bens pessoais. Leandro foi preso em José de Freitas local onde estava escondido desde o dia do crime”, conta Tales Gomes. 


Outro preso durante as ações da operação foi Thiago Teixeira da Silva, conhecido popularmente Girita. O acusado foi preso no dia 16 de novembro com arma de fogo e, após ser conduzido à Central, liberado mediante pagamento de fiança. No entanto a polícia informou que Girita estava em liberdade condicional. Então, em função de condenações que somam 8 anos de prisão e por conta da sua prisão com arma de fogo, o delegado Tales Gomes solicitou ao Juiz a revogação do benefício e o retorno do acusado à prisão. 


Também foi preso na operação Jhones Rodrigues Teixeira. O acusado, assim como os outros, já havia sido preso preventivamente após ser identificado em furto ocorrido em um sítio no Conjunto Aves Verdes, zona Norte da Capital. “Nossa equipe de investigação realizou trabalho investigativo em que se apreendeu os bens furtados e se conseguiu demostrar que Jhones, auxiliado por sua namorada menor de idade, cometeu vários crimes”, comenta o delegado. 


O delegado tales Gomes comenta ainda que até o final do ano de 2018 outras prisões serão realizadas na zona Norte de Teresina para prender acusados ou suspeitos de realizar roubos e assaltos na região. 


Portal O Dia

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Canal Piauí

Canal Piauí

Blog/coluna Notícias do Piauí
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium