Sexta, 15 de dezembro de 201715/12/2017
86 9 9455-5513
Loja Santos Magazine
POLÍTICA
Votação é aberta em Miguel Leão na 1ª eleição suplementar do Piauí em 2017
Eleições complementares em Miguel Leão acontecem neste domingo
Marcos Genilson Teresina - PI
Postada em 06/08/2017 ás 08h35 - atualizada em 07/08/2017 ás 14h22
Votação é aberta em Miguel Leão na 1ª eleição suplementar do Piauí em 2017

Nas eleições suplementares no município de Miguel Leão, a 88 km de Teresina, que acontecem neste domingo (6), 1.474 eleitores estão aptos a votar. Em virtude do pequeno número de eleitores, só foram instaladas seis seções eleitorais distribuídas na Câmara Municipal, Ginásio Deputado Francisco José de Carvalho e Unidade Escolar Estado do Acre.


Maurício Verdejo Gonçalves Júnior, promotor de Justiça responsável pelo município de Miguel Leão, - que é termo judiciário da 58ª Zona Eleitoral sediada no município de Monsenhor Gil-PI -, disse ao CidadeVerde.com que o pleito deve ocorrer de forma tranquila.


“Já está tudo organizado, todas as urnas estão prontas e amanhã acredito que as eleições vão ser tranquilas. Até agora não teve nenhum problema. A gente não tem como saber, mas parece, a gente acredita que comparecimento vai ser bem maciço para a votação”, disse o promotor Mauricio Veredejo.


As seções serão instaladas às 7h, mas a votação só começa às 8h, seguindo até às 17h, como já acontece e determina a legislação.


O pleito fora de época é para eleger os novos prefeito e vice, em função da cassação do prefeito Joel de Lima (PSD) e do seu vice Jailson de Sousa (PT), eleitos em 2016. Os dois foram acusados de conduta vedada a gestor público e também condenados a pena de inelegibilidade por 8 anos.


Jailson de Sousa, cassado pelo TRE, agora disputa a prefeitura tendo como vice Evandro Roberto Silva. Os dois integram a coligação "Para continuar crescendo (PT-PSD)". Do outro lado, pela coligação "Renovar é Preciso (PR-PP)", concorrem Roberto César de Arêa Leão Nascimento (PR) e o vice Gonçalo Batista dos Santos.


Joel de Lima foi o primeiro prefeito em 2016 que teve o mandato cassado pela Justiça Eleitoral do Piauí. 


Fonte: Cidade Verde

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
imprimir
849
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium