Sábado, 21 de outubro de 201721/10/2017
86 9 9455-5513
Claro
26º
27º
36º
Hugo Napoleao - PI
dólar R$ 3,19
euro R$ 3,76
Banner topo
GERAL
Estudante é morta a pedradas por não aceitar namorar com ex-cunhado
Ana Caroline teve morte imediata após sofrer pancadas, principalmente, na cabeça
Redação Hugo Napoleão - PI
Postada em 02/10/2017 ás 14h38 - atualizada em 03/10/2017 ás 07h41
Estudante é morta a pedradas por não aceitar namorar com ex-cunhado

Ana Caroline teve morte imediata (Img: Divulgação)

A estudante identificada como Ana Caroline, 16 anos, foi assassinada a pedradas e pauladas na zona rural do município de Francisco Santos, a 355 km de Teresina. O suspeito, Iago Júnior Alves da Silva, é ex-cunhado da vítima. De acordo com a Polícia Militar, ele confessou o crime e revelou que nutria um amor platônico por ela. Um anel prata encontrado no local auxiliou na investigação da Polícia Civil. 


"O irmão do Iago namorou com a vítima e os dois tiveram uma filha. Desde esse tempo, o Iago e ela ficaram amigos. Ele confessou o crime e disse que era apaixonado pela vítima, mas ela não queria nada, só amizade, pois ele não fazia o tipo dela", explica o cabo Damião, comandante do Grupamento da Polícia Militar na cidade.


Ana Caroline teve morte imediata após sofrer pancadas, principalmente, na cabeça. A mulher ficou com o rosto desfigurado e estava apenas de sutiã e short.


O militar conta ainda que as suspeitas começaram a recair sobre o suspeito após um vídeo que mostra Iago Júnior com a estudante em um posto de combustíveis. 


"Ele convidou a vítima para uma festa no povoado Boa Viagem, onde ela morava. Câmeras flagraram os dois em um posto de combustíveis na cidade por volta das 22h de sábado (30). Depois de abastecer a moto, ele seguiu com a vítima em direção a BR-020 e ela apareceu morta no dia seguinte em um matagal. Um anel achado no local também levou os policiais a ligarem o suspeito ao caso", conta o cabo Damião. 


Segundo o comandante do GPM, Iago posava nas redes sociais com um anel semelhante ao encontrado na cena do crime. 


"Ele foi preso em casa. Na mão dele tinha a marca de anel, como se ele o tivesse tirado do dedo. Assim, os policiais colocaram o anel no dedo que coube direitinho. Após interrogatório, o suspeito confessou. Ele até já tinha lavado a roupa usada no dia do crime", contou o PM. 


O corpo da estudante foi localizado na manhã de domingo (01) e o suspeito preso durante a tarde. Ana Caroline deixa uma filha de um ano de idade.


Cidadeverde.com

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
286
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium