domingo, 22 de julho de 2018
86 9 9455-5513
Educação

12/03/2018 ás 18h28

336

Marcos Genilson

Hugo Napoleão / PI

Professores estaduais aprovam proposta e põe fim em greve no Piauí
Aulas retornam nesta terça-feira (13/03); professores aprovam proposta, mas dizem que irão manter “estado de alerta” para que o Governo cumpra com o acordo
Professores estaduais aprovam proposta e põe fim em greve no Piauí

A greve dos professores estaduais no Piauí chegou ao fim. Após 17 dias de braços cruzados, a categoria recebeu uma nova proposta de aumento salarial em audiência de negociação realizada na manhã desta segunda-feira (12/03), em Teresina.


Na reunião, o governo do Piauí apresentou um reajuste de 6,81% sem parcelas para todos os profissionais da área a partir de maio. Assim, as aulas retornam à sua normalidade a partir desta terça-feira (13/03). A informação foi confirmada pela assessoria e pela presidente do sindicato.


De acordo com a presidente Paulina Almeida, a proposta apresentou uma melhora com relação à inicial. Anteriormente, o órgão rejeitou o reajuste anunciado pelo governo que era parcelado, sendo uma delas, de 3,41% no ticket alimentação. “Apesar de ser o menor reajuste do piso de todos os anos, a força dos trabalhadores em educação do Piauí está garantindo o pagamento o reajuste de 6,81%”, afirmou.


No entanto, apesar do fim da greve ser confirmada, a categoria diz que vai fiscalizar a resposta do Governo e caso o acordo não seja cumprido, eles poderão ficar de braços cruzados. “Vamos continuar nossa mobilização porque nossas demandas são muitas e ainda falta muito para a educação pública continuar sua qualidade”, disse.


O que muda com a nova proposta é que o reajuste que seria em setembro, foi adiantado para maio e não será dividido em parcelas, ou seja, será dado integralmente. Para os funcionários de escola, o reajuste será de 3,15% na folha de maio/2018, referente a 2017. Em setembro/2018 será concedido o reajuste de 3,95% para todos os funcionários de escola referente a 2018.


Haverá uma nova audiência na Assembleia Legislativa do Piauí na próxima sexta-feira (16/03) para reafirmar as decisões tomadas na reunião.


MOTIVOS DA GREVE


A greve teve início no dia 23 de fevereiro deste ano, após o Sindicado dos trabalhadores em educação básica não aprovar proposta apresentada pelo governo do Estado. Junto à capital, vários municípios apoiaram o movimento e também deflagaram greve por tempo indeterminado. Foram duas audiências até chegar a uma conclusão.


A PROPOSTA INICIAL


A pauta dos trabalhadores em educação enviada para o Palácio do governo era de reajuste de 6,81% para todos os trabalhadores em educação ativos. A direção do Sinte-PI explicou que o  governo apresentou como contra-proposta o reajuste de 3,4% para os professores em exercício. A outra parcela seria de 3,41% na folha de maio por ticket alimentação.


Mas, os profissionais aposentados não recebem esse tipo de auxílio. A segunda parcela de 3,41%  deveria sair entre setembro e o final do ano.


Já os funcionários de escola receberiam 3,14% em forma de auxílio alimentação referente ao reajuste de 2017; a partir de maio seria incorporado o novo valor ao vencimento de acordo a Lei de Responsabilidade Fiscal, mas o reajuste de 2018 iria depender da situação econômica do estado. Eles também pediram o reajuste das gratificações e a revisão do Plano de Carreira.


Em nota, a Secretaria de Educação do Piauí (Seduc). disse que esperava ser notificado oficialmente pelo Sinte-PI sobre a decisão. No entanto, reafirmou o compromisso do Estado em garantir a manutenção do piso salarial dos professores.


E que atualmente, o Piauí paga o valor de 2.836 reais, acima do estipulado pelo MEC em 2o18, que é 2.455 reais. Ainda segundo a Seduc, a contra-proposta apresentada ao sindicato considerava a atual situação financeira do Piauí na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).


Fonte: OitoMeia

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Canal Piauí

Canal Piauí

Blog/coluna Notícias do Piauí
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium