Sábado, 22 de setembro de 2018
86 9 9455-5513
Esportes

08/04/2018 ás 22h59

181

Marcos Genilson

Hugo Napoleão / PI

Corinthians bate Palmeiras Nos pênaltis no Allianz e é bicampeão paulista
Nos pênaltis, Corinthians bate Palmeiras e é Campeão do Paulista
Corinthians bate Palmeiras Nos pênaltis no Allianz e é bicampeão paulista

Corinthians sagrou-se campeão paulista neste domingo. Após vencer o Palmeiras por 1 a 0 no tempo normal, devolvendo o placar do primeiro jogo, o time confirmou a taça ao bater o arquirrival nas penalidades por 4 a 3, em pleno Allianz Parque, com direito a Cássio defendendo as cobranças de dois dos maiores nomes do rival: Dudu e Lucas Lima.


Pelo lado do Corinthians, bateram e converteram Danilo, Romero, Lucca e Maycon.


 


 


Rodriguinho havia feito o único gol da partida. Foi logo no primeiro minuto de jogo, aproveitando um cruzamento rasteiro e preciso de Mateus Vital. Ao chutar, o meia ainda contou com um leve desvio no lateral Victor Luís, suficiente para enganar o goleiro Jaílson.


O clima no jogo foi tenso do início ao fim e piorou bastante após os 26 minutos da etapa final quando o árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza sinalizou uma penalidade para o Palmeiras após Ralf desarmar Dudu na área. Mas voltou atrás, o que fez o jogo ficar paralisado por pouco mais de dez minutos por discussão;


A torcida alviverde não perdoou o árbitro, em dia de público recorde no Allianz Parque: 41.227 pagantes.



Esta é a 29ª vez que o Corinthians conquista o Campeonato Estadual, aumentando sua vantagem como o maior vencedor da competição. Abaixo do time, estão Palmeiras e Santos empatados com 22 taças para cada lado. O São Paulo vem logo atrás, com 21.


O Palmeiras já tem novo compromisso na quarta-feira, quando enfrentará o Boca Juniors, da Argentina, no Allianz Parque, pela fase de grupos da Copa Libertadores.


Já o Corinthians terá a semana livre e só jogará de novo no próximo domingo, dia 16, contra o Fluminense, em Itaquera, na estreia do Campeonato Brasileiro.


Confira abaixo o que teve de melhor na final entre Palmeiras e Corinthians:


OS ESCOLHIDOS


Não houve surpresas nas escalações de Palmeiras e Corinthians.


Sem Felipe Melo, expulso no último sábado juntamente com o corintiano Clayson, o técnico Roger Machado optou por Moisés. Já Fábio Carille escolheu o paraguaio Romero, mas fez mais algumas mudanças. Tirou Emerson Sheik e escalou Jadson. Também tirou Gabriel para colocar Ralf.


TIMES EM CAMPO


Apesar de perder um volante de qualidade no desarme e no passe, Roger Machado não abriu mão da formação 4-2-3-1, ou 4-3-3, como preferem alguns.


Já Fábio Carille viu-se obrigado a mudar o Corinthians após dois jogos sem brilho (na semifinal contra o São Paulo e o primeiro confronto da final com o Palmeiras). Adotou um 4-2-4, mas sem qualquer atacante dentro da área e sem homem de referência. Uma mudança clara da mudança foi que seu time cruzou menos bolas.


GOL SURPRESA


Em jogada de Mateus Vital pela ponta esquerda, ganhou a jogada de Antônio Carlos e cruzou rasteiro para a entrada da área. Rodriguinho recebeu e finalizou. A bola ainda desviou no Victor Luís, enganando o goleiro Jaílson. Foi assim que o Corinthians abriu o placar logo no primeiro minuto do confronto.


Palmeiras chegou a empatar aos 5 minutos, em cabeçada de Willian. Mas o gol foi anulado por impedimento do atacante palmeirense. O lance começou com a bola sendo cruzada para a área por Lucas Lima. O zagueiro Thiago Martins desviou de cabeça para Willian, na segunda trave, impedido.


SÓ UM LADO PRESSIONANDO


O que se viu depois foi apenas o Palmeiras no campo de ataque e o Corinthians raramente usando os contra-ataques.


Borja ganhou no alto de Henrique e cabeceou rente à trave. Willian finalizou para fora. Moisés e Bruno Henrique tentaram de longa distância, mas a bola passou por cima do gol. Lucas Lima e Marcos Rocha exigiram a intervenção de Cássio cada um em uma finalização, mas não foram defesas tão difíceis para o arqueiro alvinegro.


RECOMEÇO QUENTE


Roger Machado tratou de mudar o Palmeiras para mudar o jogo. Tirou Willian, apagado na etapa inicial, e colocou Keno. Assim, a equipe alviverde passou a usar os dois lados do campo para criar suas jogadas ofensivas e dar trabalho para a defesa alvinegra.


Aos 7, Keno fez jogada pela esquerda, entrou na área e, mesmo bem marcado, finalizou. Cássio teve trabalho e tirou a bola para a linha de fundo. Quatro minutos depois Bruno Henrique chutou da entrada da área e Cássio espalmou com a ponta dos dedos.


PÊNALTIIIII... NÃO, PERA!



Dudu caiu na área aos 26 minutos do segundo tempo ao ser desarmado por Ralf. O árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza não teve dúvida e marcou pênalti para o Palmeiras. Os jogadores do Corinthians automaticamente explodiram de raiva e começaram a reclamar.


De fato, não houve a penalidade. Ralf tocou na bola primeiro. Após 13 minutos de paralisação e consulta ao quarto árbitro, Ribeiro voltou atrás na marcação da penalidade aos gritos de "vergonha, vergonha" das arquibancadas. Além de ameaças, como:


"Se o Palmeiras não ganhar, o pau vai quebrar" e "Tem um palhaço querendo aparecer... vai morrer".



PERIGOS FINAIS


O Palmeiras esfriou um pouco após toda a confusão e o jogo ganhou mais tensão. Mesmo assim a torcida alviverde ainda viu seu time brigar pelo gol.









Aos 45, Marcos Rocha cobrou falta rasteira e a bola passou muito perto da trave. Três minutos depois Keno cruzou praticamente da linha de fundo. Thiago Santos cabeceou sozinho, mas por cima do gols. Nos dois lances, Cássio estava batido.


FICHA TÉCNICA


PALMEIRAS X CORINTHIANS


Dia: 8 de abril de 2018, às 16h (de Brasília)
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Público: 41.227 pagantes
Renda: R$ 4001277,68
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza.
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho e Daniel Paulo Ziolli.
Gol: Rodriguinho (COR), no 1ª minuto do 1º tempo
Cartões amarelos: Dudu e Moisés; Balbuena, Cássio, Fágner, Rodriguinho e Romero.


PALMEIRAS: Jaílson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins e Victor Luís; Bruno Henrique (Thiago Santos) e Moisés; Lucas Lima, Dudu e Willian (Keno); Borja (Deyverson). Técnico: Roger Machado


CORINTHIANS: Cássio; Fágner, Balbuena, Henrique e Sidcley; Ralf e Maycon; Romero, Jadson (Emerson Sheik), Rodriguinho (Danilo) e Mateus Vital (Lucca). Técnico: Fábio Carille


 

FONTE: ESPN.com.br

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Canal Piauí

Canal Piauí

Blog/coluna Notícias do Piauí
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium